Automóvel brasileiro. Você conhece? Episódio II – DKW-Vemag

Automóvel brasileiro. Você conhece? Episódio II – DKW-Vemag

DKW-Vemag 1960

 

Começamos a matéria de hoje com esta linda imagem de um DKW-Vemag 1960 totalmente original, preservando a história deste simpático e inovador carrinho, fabricado pela Vemag S/A, Veículos e Máquinas Agrícolas. Assim seguimos hoje explorando a segunda família de carros nacionais dentro desta série, que tem a pretensão de mostrar a você, que me acompanha, 28 “famílias” de nacionais e seus respectivos modelos. Vamos ao vídeo de hoje:

 

Legal não é mesmo? Um carro à frente do seu tempo, um compacto espaçoso e confortável para a família, econômico e trazendo algo que foi considerado inovador décadas depois, ou seja, um motor de 1000 cilindradas, e que recentemente passa a equipar desde pequenos carros “populares”, até carrões esportivos, com turbo-compressores e inovações que compõe a estratégia de downsizing e que parece ser pra valer, até que se popularize outros combustíveis, como a eletricidade, por exemplo.

Volto a lembrar que foi o Enio Bradenburg que me inspirou a realizar esta série de matérias sobre os carros nacionais e suas famílias. Jornalista e escritor, escreveu o livro “Automóveis Brasileiros”, que traz o necessário e essencial sobre o automóvel brasileiros, suas versões e informações do fabricante. A Vemag já existia em 1945 e distribuía veículos da marca Studebaker, Scania Vabis e Massey Ferguson, e nos anos 1950 passa a produzir o DKW dentro do plano de nacionalização do GEIA-Grupo Executivo da Indústria Automobilística.  

DKW-Vemaguet 1960A família de automóveis da DKW-Vemag trazia uma camioneta, conforme você confere na foto, que fez muito sucesso com as famílias pelo espaço generoso para bagagens, inaugurando este segmento que tanto sucesso fez nas décadas seguintes. A principal característica destes carros era o motor de dois tempos e 3 cilindros (opa, e agora os motores de 3 cilindros voltam a moda) e as portas dianteiras abriam ao contrário. O jipe Candango também surgia para fazer parte da família e rodar fora de asfalto, pois havia uma versão com tração nas 4 rodas, como você confere à seguir:

DKW Candango - tração nas 4 rodas.

DKW Fissore 1965Olha este folheto da época que mostrava a alternativa para as péssimas estradas da época, que vinha para complementar a linha de produtos nacionais da Vemag com grande entusiasmo, com o Belcar, um sedan de 4 portas, a Vemaguet e agora este Jipe; pense na variedade de produtos à disposição do consumidor, numa época em que a Indústria ainda engatinhava e não sonhava em crescer da maneira como aconteceu em seguida. No final de 1962, com o lançamento do Fissore, (imagem acima, verde) a Vemag dá um ar de modernidade para sua linha de veículos. E quanto à memória da Vemag e seus veículos, como estamos hoje? Confira abaixo!

Este foi o Primeiro Encontro Paranaense de Veículos DKW-Vemag, que aconteceu em Curitiba, nos dias 25 a 27 de Maio deste ano, no Clube de Automóveis e Antiguidades Mecânicas do Paraná, mais conhecido como Museu do Automóvel, do Parque Barigui, organizado pelo pessoal do “Viver Carros Antigos”. O encontro reuniu dezenas de colecionadores e atraiu um público interessado na nossa memória, que vive Concessionário DKW no Rio Grandeneste carrinho simpático. Mas o DKW-Vemag tem algo que nenhum carro antigo sequer sonha em ter, que é uma concessionária própria, funcionando até os dias atuais! Não acredita? Pois é verdade, ela está no Rio Grande do Sul, e se chama Dekabrás, e como tal faz a manutenção do carro e tem peças genuínas de reposição! Sei que é difícil de acreditar, então este é um tema que vou explorar numa matéria à parte… aguarde!! Espero que os fãs do DKW tenham gostado da matéria, eu gostei!

E qual será a próxima “família” nacional? Não perca o Capítulo III 

Eu sou o Mauricio Super

Conheça também o Classificados do Baú!

Acompanhe a gente nas redes sociais, olha as opções:

CC BY-SA 4.0 Automóvel brasileiro. Você conhece? Episódio II – DKW-Vemag by Baú dos Antigos is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *