Automóvel brasileiro. Você conhece? Episódio IV – Fusca

Automóvel brasileiro. Você conhece? Episódio IV – Fusca

Fusca 1200 - 1964

Fusca: preferência nacional

Olá, você que me acompanha! Chega a ser engraçada a frase do título da matéria: “Você conhece”? Se você não conhecesse o Fusca, provavelmente seria morador de outro planeta, ou seria imediatamente internado! Mas, na matéria de hoje eu vou me esforçar bastante para trazer para você que me prestigia alguma novidade sobre este que se tornou o carro mais amado do planeta! Vamos de imediato ver 10 curiosidades sobre este grande carrinho:

 

Tatra V570

Tatra: não foi aprovado como o protótipo do Fusca

O fato é que a história do Fusca não é bem contada nem por seus admiradores e fãs, pois poucos conhecem os detalhes mais íntimos desta saga que iniciou nos anos 1930. Primeiramente o “Tatra”, imagem à seguir, nunca foi um Volkswagen, muito menos um Fusca ou seu predecessor. Ué, mas eu pensava que era… mas não! A Tatra é uma fabricante de veículos da República Tcheca, que até os dias atuais fabrica caminhões. Em 1931 surgiu este carrinho, ainda na chamada Checoslováquia, e Hitler se interessa em produzir este carro na Alemanha, para ser um carro popular e agradar ao povo que o compraria com uma espécie de consórcio com selos semanais descontados do salário, e completando a cartela receberia o carro. Mas Ferdinand Porsche acaba desenvolvendo outro projeto parecido com este, pela Volkswagen, aliás parecido demais a ponto da Alemanha ser processada mais tarde, pois foi comprovada a cópia do projeto tcheco. Veja estas imagens:

Primeiros Protótipos

Imagem 1 – Protótipo

Fusca 1938

Imagem 2 – 1938

Fusca americano 1949

Imagem 3 – 1949

Interior Fusca 1949

Imagem 4 – 1949 (interior)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Imagem 1: vemos aí um dos primeiros protótipos do Fusca, que já tinha o desenho semelhante ao modelo produzido futuramente, mas com portas suicidas e sem para-choques. É impressionante a manutenção da identidade até o final da produção. Na imagem 2 já vemos um modelo de linha, e na imagem 3 um modelo mais evoluído, do pós-guerra, e um detalhe do volante e painel, com porta luvas sem tampa (na verdade, dois porta-objetos) e relógio no centro, na imagem 4.

Fusca 1953

Em 1953 a VW passa a montar o Fusca no Brasil

Fusca 1959, o primeiro nacional

Em 1959 o Fusca passa a ser nacional

Fusca 1970

Em 1970, já com luz de ré

Fusca 1979

Em 1979, Fusca Fafá

"Itamar": 1993 até 1996

Último brasileiro, Fusca Itamar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na sequência acima, a evolução do Fusca desde 1953, quando ainda vinha de fora para ser montado aqui, até o último exemplar, o lindíssimo e moderno Fusca Itamar, que trazia muita tecnologia embarcada, mas que teve só quatro edições, de 1993 a 1996, pois retornou apenas para agradar o Presidente; uma pena sua descontinuação, mas estava fora de seu tempo, pelo custo de produção e impossibilidade de automatização da linha de montagem. 

Mas então o Fusca não tem mais futuro neste mundo de carros modernos, não é mesmo? Meu querido você está bem enganado, pois vou lhe mostrar o futuro do Fusca; existem vários caminhos para ele, e entre muitos projetos que já vi, com certeza este é o melhor, mais moderno e mais charmoso! Confira você mesmo:

 

Para encerrar, mais algumas curiosidades:

Uma delas é que em comum com o Porsche o Fusca tem apenas o tipo de motor, boxer e traseiro, e o projetista, Ferdinand Porsche, que era austríaco, e não alemão!  Na época, a Alemanha estava em recessão, então Hitler queria que fosse construído um carro popular, barato e econômico, acessível portanto para o povo. 

1943 Kübelwagen 25 hp 1131cc

Veículo militar 1943

Kübelwagen

Mais um modelo de Veículo Militar

Kommandeurwagen (typ 83)

Fusca Militar

 

 

 

 

 

 

 

 

No início do projeto do Fusca não se cogitava em guerra futura explicitamente, então não se sabe se Hitler queria um carro para este fim, resistente à condições extremas e de fácil manutenção, e que não precisasse de água, nem radiador; porém, no contrato pediu que o carro pudesse carregar “três soldados e uma metralhadora”. Havia três projetos em andamento, um deles de Ferdinand Porsche, os outros dois de engenheiros judeus; então, qual teria mais chances com Hitler? Enfim, com o início da guerra, em 1939, a Alemanha tinha uma fábrica de veículos em pleno funcionamento, que serviu à fabricação de veículos militares muito eficientes, como você pode conferir nas imagens. Muito se perdeu sobre a História do Fusca, portanto alguns pontos são obscuros e mal documentados, levando-nos à conclusões com os fatos que sabemos. Mas você tem um amplo material de pesquisa na internet para explorar, portanto, divirta-se com este carro que tanto nos causa admiração até hoje!

 

E qual será a próxima “Família”??

Eu sou o Mauricio Super

Acompanhe a gente nas redes sociais, olha as opções:

 

 

CC BY-SA 4.0 Automóvel brasileiro. Você conhece? Episódio IV – Fusca by Baú dos Antigos is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *