Gêneros Musicais – S02E05 – Eletrônica

Gêneros Musicais – S02E05 – Eletrônica

Criada ou modificada à partir de instrumentos e equipamentos eletrônicos, de onde deriva seu próprio nome, a Música Eletrônica tornou-se um gênero musical próprio. Por sua história passou de uma vertente da música erudita para um elemento da música popular, e hoje derivou para sub-estilos considerados dançantes tais como o techno, acid, house, trance e drum ‘n’ bass, desenvolvidos a partir do auge da música disco (citada na matéria da semana passada) no final da década de 1970. Vamos à algumas bandas que representam bem este Gênero:

 

S02E05 Eletrônica


Como você percebeu pelo vídeo acima, além da introdução de novos sub-estilos nos anos 1980, além da introdução do acid house no Reino Unido, no início da década de 1990 aceleraram o desenvolvimento e a aceitação da música eletrônica na indústria da música, introduzindo a música eletrônica dançante às casas noturnas.

 

casa noturna anos 1990 sintetizador analogico anos 1960 

A Disco precedeu a Eletronica

 

 

 

 

 

 

 

 

À partir daí a cena musical estava aberta para estilos dançantes que foram tomando conta das casas noturnas, e também surgem nas rádios, e o motivo principal era por incluir instrumentos musicais tradicionais e vocais, popularizando rapidamente o Gênero.

Confira a evolução do gênero, com a pegada dançante que o popularizou:

A Música Eletrônica tem uma História bastante complexa, que remete à séculos passados. Em outra oportunidade, poderei abordar este lado histórico do Gênero, mas para o momento vamos voltar aos anos 1980, e se você pedir, voltamos ao assunto. Veja este exemplo do início dos anos 1980, fase em que os sintetizadores analógicos passam a ser substituídos pelos digitais, e surgem também os primeiros samplers, que conseguem armazenar sons numa memória digital, e reproduzi-los posteriormente. 

Esta banda merece destaque nos anos 1980:

A mistura de elementos eletrônicos com vocal e ritmo dançante era inusitado, vibrante como a música disco, e moderna pelos novos recursos, inovadora, sensual e atraente. Atualmente existem várias ramificações do estilo, tanto eruditas como populares, e fica interessante falar deste gênero nesta sequência, para entender como a música vai evoluindo e criando novos gêneros, sub-gêneros e estilos, numa riqueza cultural que nos define como seres humanos.

 Assista esta obra de arte, e depois entenda o porquê:

Conhecido pelo seu nome artístico Moby, Richard Melville Hall é um multi-artista estadunidense, que além de cantor, músico, DJ, é também fotógrafo, o que explica a arte inserida fortemente em todo o seu trabalho. Seu nome deriva da obra Moby Dick, declarou-se Vegano e participa ativamente de campanhas para sensibilizar as pessoas pela libertação animal. Pesquisa desta matéria: Wikipédia

Moby (Dick) é defensor dos animais.

A Música Eletrônica tem muita Cultura Antiga, é um ótimo exemplo de como utilizar a tecnologia moderna para criar coisas novas, mas com elementos tradicionais e até tribais; ancestrais, que remontam à História do ser humano, e que por este motivo despertam nossas emoções, nos fazem dançar, rir e soltar nosso lado primitivo, com rituais modernos! Existem muitas bandas excelentes de Música Eletrônica e seus sub-gêneros. Veja esta playlist do vagalume

Eu sou o Mauricio Super

trazendo a Cultura Antiga até você

Conheça também o Classificados do Baú!

 Ouvir a playlist Músicas de A a Z no Spotify

 Ouvir a playlist Músicas de A a Z no YouTube

 

CC BY-SA 4.0 Gêneros Musicais – S02E05 – Eletrônica by Baú dos Antigos is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *