My name is Bond… James Bond – Cap XI

My name is Bond… James Bond – Cap XI

Estamos de volta, e o tempo não pára para a franquia mais longa e de sucesso do cinema, com filmes renovados à cada lançamento!!

Mas isto é possível? Vamos conferir!

007 - O Amanhã Nunca Morre

007 – O Amanhã Nunca Morre – Tomorrow Never Dies

Pierce Brosnan gostou da ação, e voltou a fazer o papel do agente mais famoso do mundo outra vez, e mais duas outras atuações, totalizando 4 aparições na série. Podemos afirmar que ele se saiu bem, mas pra mim está longe de ser o James Bond ideal, apenas o achei aceitável. Mas o fato é que a franquia é um fenômeno, e vamos conferir este filme, que é o 18º sucesso:

 

O filme faturou 333 milhões de dólares e conta a História de um magnata da mídia que manipula as notícias para causar uma Terceira Guerra Mundial entre as potências, e foi o primeiro filme de James Bond feito após a morte do produtor Albert R. Broccoli, para quem o filme presta homenagem nos créditos finais. Locações incluídas são França, Tailândia, Alemanha, México e Reino Unido. James Bond utiliza um BMW série 7 e uma moto 1200R, numa recaída inglesa sem precedentes, pois os veículos britânicos ficaram de lado de vez. Sinal dos tempos, vamos ganhar dinheiro e não ter orgulho! Eu não gostei desta decisão, mas vamos lá, embora eu acredite que os carros mais clássicos da série são ingleses, como o DB5, e aí não tem comparação!

Olha os modelos da BMW utilizados no filme:

BMW 750i BMW R1200 C

Claro que são veículos de respeito, esta BMW era o sonho de consumo da época, e esta moto, uma obra de arte da BMW, que desperta os olhares até hoje por onde passa, mas afinal, James Bond é um agente Inglês, e como tal, deveria ter como princípio o patriotismo e a preferência por equipamentos nacionais, ora essa; onde está a boa e velha tradição inglesa? Como no passado, os carros de James Bond eram preparados para o tornar invencível, com informações privilegiadas, armamentos e gadgets incríveis para uma verdadeira guerra contra o crime, e essa BMW não era diferente:

 

Algumas curiosidades sobre o filme: As filmagens começaram em 18 de Janeiro de 1997, com a sequência pré-créditos nos Alpes franceses. Como os estúdios Leavesden, criados para GoldenEye, estavam sendo usados por George Lucas para Star Wars Episode I: The Phantom Menace, outro parque industrial abandonado foi transformado em estúdio. O Estúdio 007 em Pinewood Studios também serviu de locação. Uma das cenas de Bond em Paris e Hamburgo foi filmada no mesmo clube de golfe usado em Goldfinger. O governo vietnamita havia concordado com filmagens em Ho Chi Minh, mas mudou de ideia pouco antes do início das filmagens, forçando os produtores a filmarem as cenas do Vietnã na Tailândia. As cenas aquáticas passam-se tanto no mar tailandês (próximo a locações antes usadas em The Man with the Golden Gun) quanto no tanque construído no México para Titanic.

Quanto ao tema musical do filme, também perderam a mão, pois a música não se destacou como era de costume, e duvido que você lembre dela. Sheryl Crown interpreta e foi composta por David Arnold! Estamos chegando no final desta série, e o último capítulo virá em breve, pois os filmes mais recentes não fazem parte ainda da Cultura Antiga!

Acompanhe comigo as aventuras de Bond, James Bond!

Eu sou o Mauricio Super

Super fã do James Bond

Acompanhe a gente nas redes sociais, olha as opções:

 

 

 

 

CC BY-SA 4.0 My name is Bond… James Bond – Cap XI by Baú dos Antigos is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *