Séries da TV – Ep VI – Especial Brasil –—– Parte 4 / Humor Nacional (Viva o Gordo!)

Séries da TV – Ep VI – Especial Brasil –—– Parte 4 / Humor Nacional (Viva o Gordo!)

Olá, meus amigos, voltamos às séries brasileiras!

Podemos criticar o Brasil em muitos aspectos, mas vamos combinar, em termos de artistas e especialmente, de humoristas somos muito bons e talentosos, melhor que a maioria! Bem, pelo menos nas décadas passadas, pois hoje eu não gosto do tipo de humor “inteligente” e de contexto, e os stand-ups, com algumas exceções, lógico! Prefiro o humor pastelão e escrachado, quando a gente não precisava entender a piada para rir, e o próprio personagem já era a piada. Não se convenceu? Então veja este vídeo:

 

VIVA O GORDO!

Isso era risada fácil, não engajada e para reflexão!! Portanto, a homenagem de hoje é para este gênio do humor, que criou personagens hilários e inesquecíveis, que na época tentavam ser engajados e críticos da política, sempre desastrosa de nosso país, mas que no final acabava sendo mesmo só engraçado, e esperávamos pelo programa para soltar umas boas risadas e esquecer da vida, e até rir dos políticos que eram zoados nos programas, e começar bem a semana.

As piadas já estavam na abertura do programa. O também gênio Hans Donner fez estas aberturas com muita computação, e as risadas já começavam ali… confira as três aberturas e se você não rir, o que eu duvido, é porque não conhece estes personagens “sérios” do passado, como eu:  

 

Eu seria injusto se não citasse o seu assistente (do Capitão Gay- Jô), Carlos Suely, que era o ator Eliezer Motta, personagem que segurava a platéia focada no personagem principal, com seu rebolado e gritinhos, e que com sua generosidade fazia crescer o Capitão Gay, mas era essencial no quadro, para completar a piada! Mas nos tempos estéreis de hoje em termos de humor, não se pode mais brincar com nada! Então viva o gordo, e os bons tempos em que podíamos nos manifestar sem repressão, embora os jovens pensem o contrário. O programa estreou em 9 de março de 1981 e o último programa foi ao ar em 15 de dezembro de 1987.

Vamos curtir mais um quadro, que parecia bem atual, pois já explorava a acessibilidade, que hoje está na pauta dos programas, mas de um jeito que a gente não se aguentava de rir, e que também seria proibido pelo regime democrático moderno.

Dentre os personagens mais famosos de Jô Soares no Viva o Gordo estão: Capitão Gay (criado por Max Nunes para Jô Soares) e seu assistente Carlos Suely (Eliezer Motta), Alice no País das Maravilhas, Reizinho, Ciça (ginasta), Aninha (a cozinheira que apresentava um programa de culinária), Zé da Galera (com seu bordão “Bota ponta, Telê!”), Vovó Naná, Pai Coruja e Dalva Mascarenhas (a mulheríssima). Grande parte do conteúdo das histórias eram críticas implícitas ao governo da época. O programa ia ao ar tradicionalmente às segundas-feiras a noite às 21h20 depois da novela das oito.

Acompanhe a série e veja o próximo talento homenageado nesta edição especial de Séries da TV que relembra a nossa gente de talento do humor do passado, da Cultura Antiga Engraçada!

Não perca o próximo capítulo, novas séries antigas brasileiras!!

Eu sou o Mauricio Super

Trazendo o que há de bom na Cultura Antiga!

Acompanhe a gente nas redes sociais, olha as opções:

 

 

 

CC BY-SA 4.0 Séries da TV – Ep VI – Especial Brasil –—– Parte 4 / Humor Nacional (Viva o Gordo!) by Baú dos Antigos is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *