Top Five – As Melhores Matérias do Baú

Top Five – As Melhores Matérias do Baú

Feliz Ano NovoE o novo ano começou, com muitas esperanças e planos, muitas dúvidas e caminhos à escolher. Controlamos nossas vidas até que as coisas mudam e o tempo vai seguindo para o futuro, mas enfim o passado acaba sendo a nossa matéria-prima para a construção de nossos mais desejados sonhos de ano novo. Então vamos lá, sonhar e realizar, e se não der certo, tentamos diferente desta vez, com o que temos, com o que podemos ter, e com a certeza de que ser feliz é simplesmente viver!

Buscamos no passado a inspiração para o presente, pois o futuro ainda não existe.

 

Vamos logo à matéria que mais bombou no Baú no primeiro trimestre…

Top 1 do Baú dos antigos:

Praça do Atlético, Encontro Semanal

Relembre como foi a matéria…

…E conforme prometido, este ano estarei empenhado em mantê-lo atualizado em relação aos encontros semanais!

corcel 72 GT XP (só saiu este ano)

Os antigomobilistas não deram bola para o clima, que por vezes deixava passar uma réstia de Sol, e por vezes fechava e esfriava um pouco. Mas como dizia nossa mãe: Bota uma japona menino, e vai! Vamos começar com este belo exemplar do Corcel GT XP 1972, que dispensa comentários pela sua excelente apresentação original e bem cuidado.

Chevrolet Caravan Diplomata 1977Chevette DL

Dois modelos da Crevrolet estavam presentes, um deles representando o luxo e ostentação da época, o Diplomata era desejado e caro. Outro é o popular Chevette DL em seus últimos anos de fabricação, que teve até um modelo 1.0 para tentar uma sobrevida que não foi possível pelo projeto defasado para os novos tempos. (matéria publicada em 06/de fevereiro)

 

E a matéria que mais bombou no Baú no segundo trimestre foi…

Top 2 do Baú dos antigos:

Séries da TV – “Perdidos no Espaço” – … da série clássica até a nova série

Esta matéria estreou mostrando a série clássica e também a série moderna que estreou recentemente na Netflix, para alegria dos fãs. Confira alguns detalhes:

Perdidos no Espaço: Série Clássica

A série clássica foi produzida entre 1965 e 1968, e conta as aventuras da Família Robinson no espaço sideral, juntamente com um robô muito inteligente e eficiente, e dois agregados à saga, o Major Dom West e o Dr Smith, este o vilão da série. A sinopse da série é a seguinte: No distante ano futuro de 1997 a Terra sofre com a superpopulação e o Professor John Robinson é enviado com a sua família e o Major para uma missão de colonização  até um planeta do sistema Alpha Centauri, para que se possa viver lá um dia. Conhece ou lembra da abertura da série? Então vamos lá:

O sucesso foi tal, que em 1998 ganhou os cinemas com uma espetacular produção! Foi indicado a diversos prêmios e rendeu mais de 130 milhões de dólares. Pois bem, mas “Perdidos no Espaço” não ficou no passado, e recentemente, a Netflix estreou uma série exclusiva com o remake da série clássica. Mas se você espera se identificar rapidamente com o passado, esqueça, pois as coincidências ficam por conta da temática e da família Robinson, mas são profundas as atualizações dos personagens e motivações da trama, à ponto de se afastar do original, pela modernidade do projeto. Mas claro que vale a pena assistir, porém sem muito saudosismo. 

Vamos lá, curta e dê seu palpite se vai rolar:

Estou acompanhando, e embora não seja fiel como a original, estou gostando, pois mesmo sendo saudosista, entendo que o mundo tem que seguir, e as coisas têm que mudar e modernizar, para termos novos pontos de vista…

(matéria publicada em 29 de maio)

 

E qual foi a matéria que mais bombou no Baú no terceiro trimestre…

Top 3 do Baú dos antigos: 

Séries da TV–Ep II – Você lembra? – Monty Python, Columbo, Os Três Patetas

O segundo episódio da série também bombou e mostrou como as pessoas adoram séries de TV desde aquela época. Confira os detalhes agora:

No episódio de estreia nós vimos “Perdidos no Espaço”, desde a série clássica até os dias atuais. Quanta saudade dos seriados que embalaram nossa infância, e que hoje já fazem parte da Cultura Antiga, quem diria que o tempo passou tão rápido!

 Vamos falar hoje de três séries que deixaram saudades, vamos lá!

Monty Python’s Flying Circus

 Monty Python's Flying CircusSérie de humor britânica estilo non-sense, criada pelo grupo de comediantes Monty Phyton e transmitida pela BBC entre 1969 e 1974. Trazia um humor absurdo e beirava a insanidade, mas produzido por comediantes de formação superior, e com forte tom de crítica do cotidiano da vida britânica e seus modos e também grande carga político-social. Não há nada parecido até os dias atuais, mas sua influência é muito grande.

Columbo

Tenente ColumboTenente da Divisão de Homicídios da Polícia de Los Angeles, Peter Falk incorpora um detetive que não assusta ninguém, com seu jeito simplório e uma jaqueta que nunca tira do corpo, é atrapalhado e tem métodos pouco convencionais para descobrir quem é o assassino, apesar de parecer óbvio.

THE Three Stooges – (Os Três Patetas)

Os Três PatetasVamos muito longe para buscar estes três pioneiros da comédia pastelão. Graças às ambições artísticas de dois irmãos judeus nascidos no Brooklyn, Nova York, é que surgiria este trio que revolucionou o cinema com seu humor e também com cenas perigosas e sem dublês.

Apesar do foco cômico, foram sérios no que fizeram, deixando um legado para a posteridade. (matéria publicada em 21 de agosto)

 

E a matéria campeã do Baú no quarto trimestre, qual foi?

Top 4 do Baú dos antigos:

História do Automóvel no Brasil – Parte V

O pessoal gostou de conhecer a História do Automóvel desde o início, lá nos anos 1950, e esta matéria teve um bom alcance no quarto trimestre, vamos relembrar:

Olá, antigomobilistas, entusiastas e fãs de automóveis de plantão! Hoje voltamos a série de matérias sobre a “História moderna do automóvel” 

A revista Quatro Rodas contou a História Moderna do Automóvel

Veja na matéria de inauguração o projeto da série para contar a História do nosso querido automóvel, que está sempre presente em nossas vidas, trazendo comodidade e conforto, além de recordações valiosas de nosso passado. Confira o quinto capítulo:

Teste do Simca Tufão

…Vamos hoje direto às matérias sobre carros, lógico. Iniciamos com este ótimo vídeo ilustrativo da Garagem do Bellote, que resume a história deste carro luxuoso, elegante e confortável, que é o Simca Chambord com motor Tufão. Aumente o som e curta o ronco animal:

O Simca era e é ainda um carro impressionante, que teve um índice elevado de nacionalização nos anos de 1960, e que estarei dando mais detalhes em matéria próxima da série: “Automóvel Brasileiro. Você conhece?… Aguarde!

Simca Tufão 1964 - Propaganda da épocaA Quatro Rodas testou o carro e aprovou, com destaque para os freios, que considerou “excepcional”, afirmando em linguagem da época que “teste de freios não é sopa!”, mas a Simca Tufão se saiu muito bem, e também se saiu bem em outros itens como estética, considerado por eles um belo carro, que melhorou muito em relação ao modelo anterior, aprovou o conforto e o motor, porém, com a ressalva de faltar torque em baixas rotações. Destaque também para a estabilidade, ótima segundo os testes.

O Uirapuru voa com motor de caminhão…

Uirapuru 4200 GT

modelo conversível - raroGavião - 2 unidades para a Polícia Rodoviária

 

 

 

 

Ford GT com tanques de borracha…

 

Ford GT 1964

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(Matéria publicada em 30/10)

 

E finalmente, a campeão do ano no Baú dos Antigos foi…

Top 5 do Baú dos antigos:

Automóvel Brasileiro. Você conhece? Episódio II – DKW-Vemag

A campeã de audiência na internet foi uma matéria sobre Automóvel. Criamos fama em Antigomobilismo, e as nossas matérias fazem muito sucesso, com um público fiel, que agradecemos e esperamos que continuem conosco, pois este ano teremos muitos carros em nossas matérias. Obrigado! Vamos relembrar?

DKW-Vemag 1960

Começamos a matéria de hoje com esta linda imagem de um DKW-Vemag 1960 totalmente original, preservando a história deste simpático e inovador carrinho, fabricado pela Vemag S/A, Veículos e Máquinas Agrícolas. Assim seguimos hoje explorando a segunda família de carros nacionais dentro desta série, que tem a pretensão de mostrar a você, que me acompanha, 28 “famílias” de nacionais e seus respectivos modelos. Vamos ao vídeo de hoje:

DKW-Vemaguet 1960A família de automóveis da DKW-Vemag trazia uma camioneta, conforme você confere na foto, que fez muito sucesso com as famílias pelo espaço generoso para bagagens, inaugurando este segmento que tanto sucesso fez nas décadas seguintes.

DKW Fissore 1965

 

No final de 1962, com o lançamento do Fissore, (imagem acima, verde) a Vemag dá um ar de modernidade para sua linha de veículos. E quanto à memória da Vemag e seus veículos, como estamos hoje? Confira abaixo!

Espero que os fãs do DKW tenham gostado da matéria, eu gostei!

E qual será a próxima “família” nacional?

Não perca o Capítulo III 

E assim encerramos o Top Five do ano!


Senhoras e senhores que apreciam a Cultura Antiga, vamos encerrando este ano com uma grande satisfação e a certeza de que cumprimos com a nossa missão de divulgar o passado com o intuito de conservar na memória de quem viveu esta época, e mostrar para os jovens, que não presenciaram estes fatos, que haviam coisas boas, bonitas e de boa qualidade e inventividade, modernas em seu conceito, e que assim tenhamos inspiração para o presente, e matéria-prima para o futuro!

 

Feliz Ano Novo e vamos juntos inventar 2019

CC BY-SA 4.0 Top Five – As Melhores Matérias do Baú by Baú dos Antigos is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *