Viajante do tempo e sua “Time Machine”- Uma aventura Cultural

Viajante do tempo e sua “Time Machine”- Uma aventura Cultural

Olá, você que me acompanha! Podemos não nos dar conta disto, mas nossa vida é uma aventura através do tempo, e cada dia que vivemos, escrevemos uma página de um livro que fica gravado no tempo, para ser lido pelos nossos descendentes daqui a dez, cem ou mil anos.

viajar no tempo é possível?Mas a verdade é que para a grande maioria de nós o passado é uma fronteira que desejamos transpor, e por vezes achamos que estamos num tempo que parece não nos pertencer, e então queremos voltar e traçar um futuro, ou presente melhor, reescrever nossas vidas para consertar erros dos quais nos arrependemos. Isto já passou pela sua cabeça? Ah, se eu pudesse viver tudo outra vez, eu faria bem diferente! Mas isto será possível um dia? Você acredita na possibilidade de uma máquina do tempo, já que a tecnologia não para de evoluir? Vamos discutir isto agora! Comece vendo isto:

 

Ok, você vai me dizer, isto é uma brincadeira! Certamente este vídeo é para descontrair, mas de uma coisa eu tenho certeza, este tema é bem interessante, e muito explorado em filmes que usam todo o tipo de argumento para nos convencer de suas teorias; encontramos muito material para ler e viajar em nossa imaginação. Já que falamos em filmes, o mais Cult de todos sobre este tema é o Clássico baseado num romance de 1895, chamado “The Time Machine”, de H.G. Wells, e que teve duas versões para o cinema, de nome homônimo, em português, “A Máquina do Tempo”. A primeira em 1960 (vídeo), e a mais recente, de 2002.

 

Esta versão de 1960 foi uma superprodução para a época, com efeitos especiais incríveis, e um roteiro de tirar o fôlego. Ficou conhecido como a primeira abordagem sobre o tema nos tempos modernos. E à partir de hoje, no Baú dos Antigos, estreia uma nova série, e vamos abordar este tema de uma forma curiosa e divertida. Acompanhe a gente e curta o passado!

 

Começa agora nossa aventura, com o nosso viajante do tempo!!

Bem, mesmo com o nosso alerta sobre os perigos do passado, nosso viajante do tempo pegou esta máquina, que estava abandonada em um depósito, colocou combustível aditivado e voltou no tempo com ela, e à cada episódio desta matéria vai mandar vídeos de tempos passados distantes; ou imagens, fotos, e se for tão antigo que não tenha nada disso, enviará desenhos ou simplesmente manuscritos. Já recebemos algo para este episódio, e vamos ver onde ele está em sua primeira aventura, pois ele enviou este vídeo pra nós:

 

Olá, sou o viajante do tempo e estou em Dezembro de 1991; confesso que estou assustado, mas vou aproveitar esta aventura; hoje estava assistindo minha novela preferida e descansando desta viagem complicada, quando deu no plantão que a URSS caiu! Mikhail Gorbachev, que iniciou o processo de abertura econômica e política, a Perestroika, acabou se tornando com o tempo, impopular, e renunciou! Antes disso, os povos minoritários já vinham se mobilizando por suas independências. Você que tem mais de 40 lembra disso, os mais jovens não. Estou aqui no passado, e estou tranquilo, e neste primeiro contato, fico por aqui, com este vídeo e esta imagem, que foi o que consegui enviar. Vou fazer a manutenção da máquina e viajar mais para o passado. Na próxima matéria mando notícias mais antigas, se tudo der certo!

queda do regime da URSS, iniciado em 1922

Fique conosco, curta a página e acompanhe as notícias do viajante do tempo, poies é só o começo da aventura, onde você vai aprender muito do passado, de forma divertida!

Eu sou o Mauricio Super

Acompanhando o viajante do tempo

Conheça também o Classificados do Baú!

Acompanhe a gente nas redes sociais, olha as opções:

 

CC BY-SA 4.0 Viajante do tempo e sua “Time Machine”- Uma aventura Cultural by Baú dos Antigos is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

One Response so far.

  1. […] enfim descobri que não entendo disto aqui, pois não consegui regular a minha máquina do tempo (veja o primeiro capítulo da série) para escolher o ano para viajar, e acabei parando em Dezembro de 1980, aqui em Nova York! E […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *