Vinil – Paixão Eterna

Vinil – Paixão Eterna

vinil paixão eterna 1vinil paixão eterna 2Desafio para os mais modernos e adeptos da tecnologia quase sem limites, o Vinil permanece como uma paixão no coração dos mais puristas, aqueles entusiasmados fãs, como eu, que não dispensam os defeitos destes bolachões, com sua leitura analógica e bruta, que mais se parece com o som ao vivo, sem retoques.vinil paixão eterna 3

Mas como explicar esta paixão? Nem precisa, pois é uma curtição, e não um amor platônico, pois quem realmente ama o Vinil, tem sua “vitrola” em dia para tocar seus melhores discos, guardados com carinho e limpos frequentemente para continuar reproduzindo toda a sua gama de sons, com ou sem chiados típicos, mas com grande intensidade de frequências, sejam altas ou baixas, como não se escuta no som digital. Discussões à parte sobre o que é melhor ou mais prático, vamos falar de alguns bolachões ( longplays ) de sucesso:

Papagaio disco club vol.2 – 1978

Era uma discoteca muito famosa na década de 70 em São Paulo e tinha uma filial no Rio. Tinha uma decoração muito inovadora e o som era algo de incrível.  Teve quatro discos lançados: Papagaio Disco Club (1976, gravadora WEA), Papagaio Disco Club Vol. 2 (1978), Discoteca Papagaio (1978) e Papagaio Disco Club (1983), sendo estes 3 últimos pela Som Livre.

Que tal ouvir o lado A inteiro?

 

 

   Rádio Pirata ao Vivo – 1986

Segundo disco da banda RPM, – Revoluções por Minuto, vendeu mais de 2,2 milhões de cópias em um ano. Dá pra imaginar isto? Tornou-se o maior fenômeno da música brasileira. Trata-se de um disco muito moderno para a sua época, mixado em sistema digital, para ser ouvido alto. Hits como “Olhar 43” , “Alvorada Voraz” e “Rádio Pirata” tocavam nas rádios e faziam muito sucesso. Foram bons tempos para a música nacional, com talentos em profusão e uma variedade de estilos e ousadia que fizeram a alegria de quem viveu este movimento musical. Que tal curtir “Rádio Pirata”?

 

 

 Steppenwolf Live – 1980

Banda de Rock Canadense formada em 1967, este LP duplo tem os maiores sucessos da banda, o grupo foi o intérprete de um dos maiores hinos do rock dos motociclistas de todo o mundo, e de uma atitude durante aquele período musical “Born to be Wild”, a canção de maior sucesso da banda, que foi usada como tema do filme Sem Destino (Easy Rider). Considerada pelos críticos como a primeira canção de Heavy Metal de todos os tempos, marcaria o início do termo como uma derivação do rock. Está curioso, pois vamos ao vídeo:

 

Vamos voltar ao assunto brevemente, com outras curiosidades sobre o mundo dos bolachões, aliás, Long plays, ou Vinis, você é que sabe…

Um Old abraço

 

 

CC BY-SA 4.0 Vinil – Paixão Eterna by Baú dos Antigos is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *